Vídeos

Comunicações

Eric Corjin (2017). Art in the age of populism. Keynote speech in IETM Brussels

Maria Vlachou (2018). Haverá democracia política sem democracia cultural? O lugar das “periferias” em Portugal, Simpósio “Arte, Cultura e Educação na América Latina”, ITAÚ Cultural, São Paulo

Debates e tertúlias

Festival Materiais Diversos (2020). Tertúlia “Paisagens Imprevistas – Outros lugares para as artes performativas”, Leiria, Livraria Arquivo

Festival Materiais Diversos (2019). Debate “Entre a Urbe e a Serra”

Fumaça (2019). Legislativas 2019: Debate sobre Território e Interioridade (É Apenas Fumaça no Bons Sons)

Fumaça (2019). Legislativas 2019: Debate sobre produção e política cultural (É Apenas Fumaça no Bons Sons)

Malvada Associação Artística (2021), Conversa da Periferia com Álvaro Domingues

Malvada Associação Artística (2021), Conversa da Periferia com Gabriela Mota

Projectos

Documentário de Miguel Canaverde sobre o espectáculo “Caminho” de Filipa Francisco/Mundo em Reboliço
Uma criação que cruza biografias, narrativas e a dimensão histórica de Belmonte.

Documentário de Miguel Canaverde sobre o espectáculo “Saal” de Filipa Francisco/Mundo em Reboliço
Um espetáculo criado a partir de histórias das salinas da Figueira da Foz. Resultado de um processo de imersão na realidade local, com recolha de testemunhos de quem trabalhou e ainda trabalha o sal.

EcoGerminar e Terceira Pessoa, Documentário “Onde as Oliveiras Crescem os Homens Não Morrem”
Um projeto de desenvolvimento de quatro aldeias através de práticas artísticas: o “Há Festa no Campo/Aldeias Artísticas”. O título do documentário foi retirado de um mural realizado pelo artista Nuno Mega aka DirtyCop na aldeia de Juncal do Campo.

Festival Tremor 2019, Espetáculo de abertura
Um documentário de Ben Derico para o Canal180 sobre um projeto dirigido pela ondamarela com a Associação de Surdos da Ilha de S. Miguel, a Escola de Música de Rabo de Peixe e músicos locais. Créditos

Mundo em Reboliço, Documentário “A Viagem”, com o grupo folclórico  Torredeita, Viseu
Criar um espetáculo em que a dança e as músicas tradicionais se cruzam com a música e a dança contemporâneas é a proposta da coreógrafa Filipa Francisco. O desafio foi lançado pelo Teatro Viriato ao Rancho Folclórico de Torredeita, no âmbito da comemoração dos seus 50 anos de atividade.

Terceira Pessoa, “Uma linha é um ponto que passeia” – Resumo do Percurso Artístico em Riachos
Com recurso ao som, imagem e ações performativas, sugere-se uma viagem pela memória de Riachos, habitando uma quinta agrícola e os campos que a rodeiam, tomando estes espaços como lugar de encontros e trajetos únicos e singulares. Surgem assim tantos mapas, como percursos de cada participante.

Vasco Mendes (2020), Mewġa Mużika
Um documentário que acompanha um ano de trabalho da ondamarela em Malta e Gozo, num projecto da Capital Europeia da Cultura em La Valletta – 2018.